Postagens

Mostrando postagens de janeiro, 2018

QUANDO O ANIMAL É MERO OBJETO DE AFETO E MANIPULAÇÃO NARCISISTA....

Recentemente, o caso da enfermeira que maltratou um animal na frente de uma criança transformou-se em verdadeiro drama nacional. Mensagens de ódio e ameaças de morte vindos de todos os lados tinham como alvo a tal enfermeira, que terá seu registro profissional cassado. A justiça brasileira tem feito o possível para atender às milhares de manifestações contra a enfermeira “assassina”. A mesma indignação não é vista, porém, sobre os casos de homicídio ou infanticídio. O que está acontecendo? O que dizem os especialistas sobre isso? “Congelei meu passarinho porque não tive coragem de enterrar” “Pessoas que apresentam um grau de depressão ou de carência muito elevado estão mais suscetíveis ao apego em excesso pelos seus bichos”, diz o psicólogo Paulo Tessarioli. “Muitas vezes, essas pessoas vivem em função do sue animalzinho, esquecendo muitas vezes da sua vida social, por exemplo”, diz. “Pela minha experiência em consultórios, o homem não pode viver

É PRECISO CAUTELA NO AMAR, PARA SUPORTAR SER ODIADO....

É PRECISO CAUTELA NO AMAR PARA SUPORTAR SER ODIADO.. O ódio, o ataque de fúria ou ciúmes de quem até a pouco TEMPO ti declarou AMOR é UMA AMOSTRA GRÁTIS DO ÓDIO essa é a  face oculta de todo AMOR. O ódio é a face oculta do AMOR revela o potencial oculto de desamor, desamparo e imperfeição pelo objeto do imaginário AMADO (A). Neste caso o ódio é algo do tipo do fundo do baú, escondido entre teias e coisas esquecidas da infância edípica de cada um de nós, uma espécie de tesouro narcísico que se revela o quanto de narcísico e infantil e provoca imaturidade no AMAR do adulto. O ódio é um desejo inominado do narcísico do sujeito que ti AMA, mas (ama demais a si mesmo) e obtém gozo mimado na fúria, no ciúmes, e com palavras ofensivas, direciona ingratidão ao objeto amado que pode sim se espedaçar ou morrer. O objeto AMADO passa a ser considerado faltoso imperfeito quando remexe, transfere de forma selvagem conteúdos  sem saber desse baú infantil narcísico do meu AMAR de