Postagens

Mostrando postagens de agosto, 2012

O Juiz, O Psicanalista e o Estado de Exceção

O juiz, o psicanalista e o estado de exceção Palavras cortam feitas lâminas. Sentenças e atos são decisões que recortam o mundo das normas e dos fatos. E nada mais será como antes. Saindo da sala de audiência ou do consultório do psicanalista, o demandante sabe que algo aconteceu ali, algo que rompeu com a mesmice, com a rotina, com o dia-após-dia, com o previsível, o explicável, com a ordem estabelecida. Juiz, se for juiz e não um mero aplicador de leis, sabe do hiato entre o fato e a norma, entre a regra e a exceção, entre a teoria e a práxis, a validez e a eficácia, a legalidade e a legitimidade. Psicanalista que é psicanalista estudou as falhas na linguagem, falhas essas, por onde transparece o inconsciente, como nos ensinou Sigmund Freud. Sabe da radical diferença entre a cultura e o sujeito, entre o masculino, escravo da lei edípica que todos são obrigados a cumprir, e o feminino, a exceção, a invenção, como ensinou Jacques Lacan. Decisões. Juízes e psicanalistas

Vale a Pena Crescer ?

Vale a pena crescer? Para que as pessoas crescem? De acordo com Freud, para serem capazes de amar e trabalhar. Isso pode parecer uma tarefa simples, mas nós sabemos que não é. São muitos os perigos nessa jornada que começa no nascimento e vai até a morte. Pensem em suas próprias histórias, em tudo que vocês passaram tentando crescer e me darão razão. A coisa não é fácil. Muito tem sido escrito sobre o desenvolvimento humano. Sob a ótica da psicanálise nós crescemos, com a ajuda das pessoas importantes ao nosso redor, aos trancos e barrancos, enfrentando inúmeros conflitos que devem ser solucionados em cada etapa. Esse crescimento é muito complexo e ocorre em múltiplas dimensões, entre elas os nossos instintos maleáveis, nosso ego, nossa consciência, os nossos relacionamentos com os outros e com a realidade na qual estamos imersos. Desde o nascimento, o ego e o super ego, juntamente com os instintos, se desenvolvem . Vocês já devem ter percebido que estou tentando

Aos candidatos a Analista...Psicanalista

A formação da Psicanálise para a clínica "analítica" não têm "atalho" e qualquer "atalho" no percurso da "Psicanálise" significa muitas vezes numa formação de de-formação é algo "deficitário" por isso deve-se  seguir os critérios do tripé psicanalítico. O Psicanalista não é alguém que pode "desautorizar"  os sintomas de ninguém que o procure.  É na via dos sintomas que "Existo onde Penso que  não Existo".