Postagens

Mostrando postagens de 2008

Deus existe mesmo?

  Deus existe mesmo?     Era uma vez um homem que foi ao barbeiro. Enquanto tinha seus cabelos cortados, conversavam ,   filosofavam     e falando sobre a vida, experiências de cada um e finalmente falaram sobre  DEUS.   O homem tributava a iluminação divina muito do seu sucesso e o barbeiro ia resmungando aqui e ali suas reticências sobre a forma como  DEUS era percebido pelo seu cliente.   Tantas foram as referências sobre o assunto, que repentinamente o barbeiro, sujeito incrédulo, não agüentando mais tanta religiosidade falou: -          Deixa disso, meu caro, DEUS não existe!   Pelo menos não como você está enxergando. Surpreso com tal demonstração de ateísmo, o homem retrucou: - Por quê?   O barbeiro deu de ombros e respondeu: -          Ora, se DEUS existisse mesmo, não  haveriam tantos doentes, mendigos, pobres, etc...   Olhe em volta e veja quanta tristeza.  É só andar pelas ruas para constatar.   Sem ter argumentos co

AFINIDADE

                                                                                       AFINIDADE   Artur da Távola (in memorian)   Não é o mais brilhante mas é o mais sutil, delicado e penetrante dos sentimentos. O mais independente, também. Não importam o tempo, a ausência, os adiamentos, as distâncias, as impossibilidades: quando há afinidade, qualquer reencontro retoma  a relação, o diálogo, a conversa, o afeto, no exato ponto em que ele foi interrompido, ontem ou há 40 anos.   É não haver tempo mediando a vida. É uma vitória do adivinhado sobre o real. Do subjetivo sobre o objetivo.  Do permanente sobre o passageiro. Do básico sobre o superficial. É rara. Mas quando existe não precisa de códigos verbais para se manifestar. Ela existia antes do conhecimento, irradia durante e permanece depois que as pessoas  deixaram de estar juntas. O que você tem dificuldade de  expressar a um não afim, sai simples e claro de sua boca diante de algu

REFLEXÃO

Per benedictionem Rosae Crucis Ordo Summum Bonnum Reflexão "A vida é um colégio interno para a nossa imperfeição! Onde o tempo tenta nos ensinar a lição maior do Amor e do per-doar ao nosso próximo. Todos de alguma forma estão numa espécie de prisão para vigiar e reter seus bens materiais e afetivos. Muitos vivem e até morrem só por isso; perdem o sono e os sonhos; perdem a saúde; perdem amigos; perdem tempo de evoluir e se libertar; perdem momentos de silêncio e meditação para viverem numa prisão imposta pelo capitalismo e egoismo humano. Perdem até de ajudar um semelhante ou irmão!!! Muitos demandam ações na justiça, calúnia, imposição de medos e ameças terríveis a integridade e dignidade de um semelhante. Mas esquecem que somente o Criador Universal é digno e dono de tudo de fato; somente ele pode justa e perfeita julgar ou sentenciar a dor e a dificuldade imposta a alguém que você conheça! Infelizmente

TUDO É AMOR - CHICO XAVIER

TUDO É AMOR Vida - É o Amor existencial. Razão - É o Amor que pondera. Estudo - É o Amor que analisa. Ciência - É o Amor que investiga. Filosofia - É o Amor que pensa. Religião - É o Amor que busca Deus. Verdade - É o Amor que se eterniza. Ideal - É o Amor que se eleva. Fé - É o Amor que se transcende. Esperança - É o Amor que sonha. Caridade - É o Amor que auxilia. Fraternidade - É o Amor que se expande. Sacrifício - É o Amor que se esforça. Renúncia - É o Amor que se depura. Simpatia - É o Amor que sorri. Altruísmo - É o Amor que se engrandece. Trabalho - É o Amor que constrói. Indiferença - É o Amor que se esconde. Desespero - É o Amor que se desgoverna. Paixão - É o Amor que se desequilibra. Ciúme - É o Amor que se desvai