Postagens

Mostrando postagens de agosto, 2017

"O VAZIO SENTIMENTAL DO NEONARCISISMO" (EXCELENTE ARTIGO / MENÇÃO HONROSA)

O VAZIO SENTIMENTAL DO NEONARCISISMO A personalidade começa quando a comparação acaba.”   (Karl Lagerfeld) O presente artigo tem por objetivo discorrer sobre o vazio sentimental do neonarcisismo. Ou seja, o sujeito da era contemporânea. Vivemos um tempo, onde as pessoas vivem sob um narcisismo compulsivo – , porque, as pessoas não são consumidas somente pela massa que nos oferta tudo desde: roupas, sapatos, bolsas, jóias, aparelhos eletrônicos, e, assim, sucessivamente; mas de um consumo da sua própria identidade – de um Eu sádico. Percebesse que pessoas atuam o tempo todo. Por isso, o desejo é sempre o desejo do desejo do outro, que transmuta para o vazio. O Narciso, ou a estratégia do vazio, aprofunda a descrição do processo de personificação, a partir da figura de Narciso. Não propriamente o Narciso freudiano, estamos vivendo um neonarcisismo, de exaltação do eu e da resignação da vida social. Extravia-se, o caráter progressista e a ideia de compartil