domingo, 1 de março de 2015

Sessões de Psicanálise

As sessões de Psicanálise

A terapia psicanalítica não é indicada para psicoses agudas, loucuras ou pacientes com diagnostico de comprometimento neurológico (clínico) na capacidade da fala, do pensar, do sentir remorso ou culpa por condições orgânicas (clínicas) ação de medicamentos ou de patologias que afetem a fala e o pensar do inconsciente.

Psicanálise não é terapia para “loucos” é indicada para tratamento de diversas neuroses desde sua teorização e prática freudiana e dos pós freudiana, é uma via de auto-conhecimento de si.
A Psicanálise é um caminho laico, singular, apolítico e amoral para autoconhecimento do desejo do seu desconhecido de si para si mesmo.

 A sessão de psicanálise parece ser construída de bobagens e falas soltas, mas é somente nessas falas soltas que o inconsciente vai criar uma via de confiança e dar se oportunidade de e ressignificar nossos traumas, resolver parte do Édipo e descatexizar nossos sintomas e queixas  
E tese a psicanálise não remove a neurose, sem neuroses nós vamos direto para “loucura ou algum grau de psicose”.

 A psicanálise não promete uma cura orgânica ou fisiológica que é objeto da medicina e outras formas de terapias.  O psicanalista é o intermediador diplomata da fala do inconsciente do sujeito que se se submete corajosamente às sessões de análise.

Na caminhada da permissão da “associação livre de idéias”, chistes, atos falhos, interpretação dos sonhos e outras técnicas da psicanálise coloquial e laica é que se ajudará ao sujeito em análise a remover o conflito, adoecimento em função da neurose, na medida em que haja transferências e insights nas sessões de análise e pós sessões.

O sujeito psicanalisado; nunca mais será o mesmo. 

E poderá sim viver com mais sanidade, saúde e felicidade porque aprende e empreende uma nova ética do seu e sentir do seu desejo.

E onde está esse sujeito da psicanálise.

É onde esta seu inconsciente sua história esquecida, recalcada e suas emoções reprimidas e seus sintomas e queixas seja no contexto familiar, social e do meio de trabalho.

Bem vindos à ética do pensar e do desejo...